Barriga pós-parto: dicas para voltar a boa forma com saúde

O corpo da mulher passa por uma verdadeira transformação para receber um bebê. A barriga
sem dúvidas é um dos lugares que mais têm que se adaptar durante a gestação. O útero que
antes da gravidez tem o tamanho aproximado de uma pera, vai crescendo, crescendo, até
alcançar o tamanho de uma melancia. Os órgãos são deslocados para cima.

Além disso os músculos do abdômen se afastam e vão para os lados, paralelamente a pele
estica o máximo que consegue, o que acaba por deixá-la mais ressecada e frágil.

E é claro que o corpo está preparado para receber tantas mudanças e consequentemente
após o nascimento voltar ao que era antes.

Mas é preciso de alguns cuidados ainda durante a gestação para que o processo
flua naturalmente.

Acontece que após o nascimento a barriga continua ali, o que causa certa preocupação entre
as mulheres. E é sobre isso que vamos conversar hoje: como a barriga pós-parto pode voltar a ser como antes.

O que você vai aprender:

  • Cuidados ainda na gestação que minimizam a barriga pós-parto;
  • O que acontece com seu corpo após o parto;
  • O que é diástase pós-parto;
  • Medidas para alcançar a barriga de antes da gestação.

Cuidados necessários ainda durante a gestação

Ainda na gravidez é possível tomar medidas para facilitar que tudo volte ao seu lugar depois da chegada do bebê. É aconselhado pelos médicos brasileiros (segundo Congresso Americano de Obstetras e Ginecologistas) que a mulher ganhe de 11 a 15 quilos durante os nove meses. Apesar das brincadeiras de que grávidas comem por dois, a história não é bem assim e esse é o primeiro cuidado que você deve ter: com a alimentação.

Segundo matéria publicada no portal Bebê Mamãe a quantidade de calorias que deve ser ingerida por uma grávida durante a gestação varia conforme alguns fatores, peso, altura, se pratica ou não exercícios físicos. Em média, grávidas precisam de 300 calorias extras por dia durante o segundo e o terceiro trimestre de gestação.

Isso quer dizer que para ajudar a minimizar a barriga pós-parto, você deve controlar o ganho de peso na gravidez. Quanto mais você engordar mais difícil vai ser perder esses quilinhos extras e ainda ter que lidar com uma possível flacidez. Procure um nutricionista e faça um acompanhamento e uma dieta balanceada durante a gestação.

Outro fator que ajuda muito é a prática de exercícios físicos. Muita gente acha que a gravidez é um impeditivo para a prática de exercícios. Claro que, cada caso é um caso. Mas converse com seu médico. Se a sua saúde e o histórico da gravidez estiverem dentro do previsto é até indicado a prática de atividades físicas. Ele dirá quando e como essa prática deve ser feita.

Normalmente quem já praticava exercícios antes da gravidez pode continuar fazendo com as devidas adaptações a fase atual. Para mulheres sedentárias escolher entre modalidades de baixo impacto é o indicado, incluindo atividades como: caminhada, natação, hidroginástica, pilates. A yoga também é indicada para futuras mamães e pode ser feita do começo ao final da gestação. As aulas adaptadas ajudam na respiração e postura. Falando nisso, vou deixar aqui para você uma Aula de Yoga Pós Parto Normal super legal que te ajudará no processo.

Uma preocupação grande entre as gestantes são as estrias que podem aparecer durante a gestação. Este também é um cuidado que se deve ter antes do nascimento do bebê. As estrias são causadas pelo estiramento do abdômen, ganho de peso muito rápido e a fatores genéticos. Hidratar muito bem o local ajuda a evitar o surgimento delas. Opte por produtos específicos para grávidas.

Entenda o que acontece com seu corpo – e a sua barriga – após o parto

Como já falamos muitas são as mudanças que acontecem no seu corpo durante a gravidez e agora você vai ver o que acontece após o parto. Vamos entender como tudo funciona antes de colocar em prática medidas para ajudar sua barriga pós-parto voltar a ser como antes.

24 horas após o parto

Acredite se quiser, mas as mulheres perdem em média 5,5 quilos logo após darem à luz. Isso é causado porque o corpo perde sangue, fluido, líquido amniótico e também o peso do bebê.

Após uma semana

O corpo continua perdendo peso gradativamente pois ainda está no processo de limpeza. Se você está amamentando, isso também ajudará na perda de peso. Amamentar consome calorias, mas isso não é necessariamente uma regra. Tem mulheres que perdem peso de forma rápida independente da amamentação.

Após duas semanas

Os hormônios já começam a voltar aos níveis normais. Para ver se realmente está perdendo a barriga pós-parto meça sua cintura para ter a real noção da redução de medidas e não só dos quilinhos perdidos.

Um mês depois

Se você ganhou o peso recomendado durante a gestação é bem provável que esteja próximo ao peso que era antes do bebê. É comum que depois de passado um mês as mulheres percam até 9 quilos.

Seis semanas depois

Estamos diante de um marco. O útero volta ao tamanho normal e isso faz com que a barriga ganhe aparência mais plana.

Nove meses depois

Provavelmente você já está com seu peso normal ou bem próximo disso. As exceções são se você ganhou muito mais quilos durante sua gestação. Ainda assim, o ritmo de cada mulher é diferente. Aposte em uma alimentação saudável e exercícios físicos.

Diástase pós-parto

O chamado músculo reto do abdômen é duplo, longo e achatado. Ele vai desde as costelas até o osso púbico. Ele é o responsável por dar apoio e proteção às costas.

Durante a gestação estes músculos se separam ao meio permitindo que o bebê cresça. Outros fatores como hormônios e trabalho de parto ajudam esta separação.
Depois da gravidez, estes músculos podem até voltar ao que era antes, mas em muitas mulheres eles ficam estirados, enfraquecidos e separados por uma lacuna de até 5 cm. E é por isso que a barriga de muitas mamães tende a ficar diferente do que era antes.

De acordo com o Serviço de Saúde Pública Britânico os músculos abdominais voltam à posição normal em até oito semanas após o parto, mas um estudo norueguês de 2016 aponta que aproximadamente um terço das mães continua com a diástase do reto abdominal um ano após o nascimento do bebê.

Barriga pós-parto – como voltar ao que era antes

Agora vamos às dicas práticas do que fazer para voltar como era antes.


Amamente!

Certamente amamentar é um dos grandes aliados na hora de perder a barriga pós-parto. Segundo o Portal Bebê amamentar faz a mulher gastar cerca de 750 calorias diariamente, o equivalente a calorias perdidas em uma aula aeróbica. Além disso, a amamentação estimula a contração do útero.


Tenha uma alimentação saudável

Nem pensar em dietas restritivas para este momento. Principalmente se estiver amamentando, afinal para produzir leite seu corpo precisa dos nutrientes necessários. Tenha uma alimentação equilibrada optando por legumes, verduras, proteínas magras, frutas. Aposte também na ingestão de fibras que ajudam no emagrecimento.


Pratique exercícios físicos

Normalmente obstetras liberam a atividade física após duas ou três semanas em caso de parto normal e de quatro a seis semanas para cesárea, lembrando sempre que você deve consultar sue médico antes de qualquer prática.

Você acaba de passar por uma mudança no seu corpo e também na sua vida, então comece aos poucos. Uma boa dica é escolher a caminhada, ainda que seja empurrando o carrinho do seu bebê. Se conseguir caminhar pela manhã, ainda pode abastecer seu corpo de vitamina D.

Quando já estiver disposta e liberada para exercícios mais intensos invista em exercícios cardiovasculares e localizados para perder a barriga pós-parto. Encaixe sua atividade física na hora do sono do bebê.

Vou deixar aqui duas opções bacanas de aula aeróbica, uma de apenas 16 minutinhos super divertida e outra para deixar sua silhueta nota 10.

Beba bastante água

Essa é uma dica de ouro para qualquer processo de emagrecimento e para perder a barriga pós-parto ela também é válida. Beber água ajuda a reduzir o apetite e consequentemente diminui a ingestão de calorias.

Se você está amamentando ingerir água é essencial, pois ajuda a repor os líquidos perdidos na produção de leite e te mantém hidratada.

Consuma de 1 a 2 litros de água por dia para começar, mas se já começou a prática de atividade física, talvez precise um pouco mais. Beber em média 2 litros de água por dia queima entre 24 a 30% a mais de calorias.


Faça massagem

Se você já está se esforçando em fazer exercícios físicos e manter uma alimentação equilibrada, a massagem vem para complementar. Faça massagem toda semana. A drenagem linfática é um tipo de massagem que pode te ajudar muito na perda da barriga pós-parto. Os movimentos ajudam a estimular a circulação e reduzem a retenção de líquido.


Descansa e diminua o estresse

Você está passando por um momento novo na sua vida, e por mais que este não seja seu primeiro filho (a) é sempre uma mudança a chegada do bebê. Tudo isso pode gerar um estresse, ansiedade, que acabam contribuindo para o ganho de peso. Então, na medida do possível, tente relaxar.

Uma boa dica para desestressar é a meditação. Procure um local silencioso, calmo, sente-se, feche os olhos, respire e esvazie sua mente por alguns momentos que seja… Tente encaixar na sua nova rotina coisas que te deem prazer.

As dicas de hoje foram elaboradas para te ajudar nesse processo delicado de voltar ao corpo que você já teve um dia. Pode parecer difícil, mas não desanime! Não se compare a ninguém e faça tudo no seu tempo.

Nós da Exercícios em Casa estamos aqui para te ajudar na sua conquista. Gostaria de te lembrar que somos os maiores especialistas do Brasil em exercícios em casa. Criamos uma rotina de treinos planejada por profissionais especializados e já ajudamos mais de 100.000 pessoas a entrarem em forma!
Estamos juntos nessa, venha nos contar como está sendo este momento para você!

Um abraço e até a próxima,

Prof. Dani Dias.

Barriga pós-parto: dicas para voltar a boa forma com saúde

1 comentário

Você pode usar HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>