Como perder a barriga sem tempo! Depoimento de Gissele

Vou te contar a história da Gissele Lourenço de Oliveira, de 45 anos. Mineira, trabalha como Terapeuta Ocupacional e atualmente mora na Bahia. Ela é um grande exemplo de que a falta de tempo e a idade não vão te impedir de conseguir perder a barriga, emagrecer e ficar mais bonita!

Gissele nunca foi da turma do sedentarismo. Atividade física sempre fez parte da vida dela. Desde os 20 anos ela está sempre em movimento, seja na academia de ginástica, na natação ou na hidroginástica. Mas o tempo ficou curto e ela teve de largar a academia e os outros exercícios que fazia e isso claro fez com que ela engordasse e seu corpo mudasse. Foi ai que ela teve de encontrar um jeito mais prático e rápido de se exercitar, em menos tempo, e eu quero te contar como foi que ela conseguiu fazer isso!

Pode ser que hoje, deixar de lado o sedentarismo ainda seja o seu maior desafio. Sem dúvida é um passo grande e muito importante. Mas a maioria das pessoa pensa que já não tem mais tempo para ir pra uma academia ou fazer algum tipo de exercício; todas(os) nós trabalhamos e/ou estudamos, temos filhos ou outras responsabilidades na vida e realmente sobra muito pouco tempo para nós mesmos. Mas não desanime, a Gissele tem essa mesma vida corrida que você tem e ela encontrou uma receita que deu muito certo pra aliar os exercícios a essa vida corrida.

Exercícios após os 40

A cada fase da vida nosso corpo tem suas demandas e reponde de formas diferentes. Nosso dia-a-dia muda. Os horários, a rotina, o trabalho, os estudos, os filhos… Tudo isso faz com que tenhamos que adaptar os exercícios ao ritmo da vida, que sabemos, não é constante.

Cuidar do corpo e da saúde não é uma meta que depois que a gente consegue atingir, pronto, pode declarar missão cumprida! É uma constante atenção que devemos ter. Cuidar-se é também uma forma de declarar amor próprio. Isso deve fazer parte da vida, tão naturalmente, como vestir-se ou alimentar-se.

Gissele sempre foi magra. Briga com a balança não faz parte do seu histórico. Porém, mesmo gostando de se exercitar, teve essa fase mais complicada em que o trabalho estava demandando bastante. Para completar, precisou organizar sua mudança de cidade – e quem já passou por isso sabe como é estressante.

“Sempre fiz academia, mas havia passado dois anos sem fazer nada, nem uma caminhada por falta de tempo.”

O resultado depois de dois anos longe da academia foi acumular umas dobrinhas indesejadas, principalmente na região abdominal e costas.  Já instalada na nova cidade, decidiu voltar à ativa e encontrou o Exercício em Casa. Como já estava acostumada a se exercitar em academia, pensou em treinar em casa apenas como um paliativo até conhecer melhor as novas redondezas e arranjar mais tempo.

“Nos meus planos eu ia ficar no Exercício em Casa só até conhecer a cidade que estou morando. Era certo na minha cabeça que voltaria para a academia.”

Nunca  imaginou o que estava por vir.

“Me apaixonei pelo resultado, pela equipe, a disposição de atender as dúvidas da gente.”

Pensa em uma parceria que deu certo! Gissele treina pelo Programa de Emagrecimento Cardiomix há quase um ano e meio e já há 5 meses associa com as aulas do Tone Band que tem foco maior na tonificação muscular.

Já se foram 8 quilos! E como as formas e medidas mudaram… Do manequim 40, passou ao 36. Que transformação! Se você que está lendo este depoimento, assim como a Gissele também está na faixa dos 40 anos, inspire-se nesta história.

O metabolismo fica mais lento com o passar dos anos: verdade. Se você usa esta constatação para justificar o fato de nem tentar, estará cometendo um erro grave, que pode comprometer a sua qualidade de vida hoje e também no futuro. Modelar o corpo depois dos quarenta não é impossível. E a Gissele está aí para provar!

perder barriga

Vem comigo entender o que acontece nesta fase da vida. O metabolismo feminino sofre mudanças ao longo dos anos, especialmente com a aproximação da menopausa. Uma destas alterações é a redução da taxa metabólica basal. Isto quer dizer que o corpo vai gastando cada vez menos calorias para se manter em funcionamento. Portanto, é preciso fazer uma adequação das calorias ingeridas, caso contrário, é grande a possibilidade de haver um aumento de peso gradativo ao longo dos anos.

O único cuidado que a Gissele tem é de não consumir frituras. Mas lembre-se: ela não tem histórico de sobrepeso, certo? Se este não é o caso, tenha em mente que nesta fase da vida, os descuidos devem ser apenas pontuais e nunca prolongados.

Outro dado importante a ser considerado é que a partir dos quarenta anos, o corpo começa a perder massa muscular, transformando, pouco a pouco, a sua composição. Não receba estas informações como um balde de água fria. Pelo contrário, conscientizar-se é imprescindível para fazer as melhores escolhas. Saiba que, esta perda é maior ainda para quem é sedentário, cerca de 3% a 5% do peso por década. Ninguém consegue evitar a passagem do tempo, mas sim é possível entender seus efeitos e posicionar-se de maneira positiva!

Quem se exercita consegue sim amenizar o ritmo de perda de massa magra e até reverter este processo e acabar ganhando músculos!

Use a maturidade à seu favor

A Gissele é super disciplinada. Sempre foi. Na rotina dela, o treino vem primeiro. Ela assume seu posto de trabalho às 8 horas, por isso, todos os dias às 5h40 ela já está abrindo sua agenda para fazer a aula do dia. É verdade que nem todo mundo tem essa determinação.  É nessa hora que a idade está do seu lado. Aproveita sua experiência de vida! Chega uma hora que você é a mais importante das prioridades. Ponha-se em primeiro lugar!

E os ganhos vão muito além da manutenção ou ganho de massa muscular. A Gissele mesmo relata que passou a dormir melhor e acordar mais animada depois ter começado a treinar com o programa CardioMix, aqui do Exercício em Casa.

É sabido que qualidade do sono tem tudo a ver com a saúde. Enquanto você dorme, teu organismo realiza funções extremamente importantes: fortalecimento do sistema imunológico,  liberação de hormônios, consolidação da memória, entre outras. É o tempo que seu corpo tem para restaurar o equilíbrio. Quem sofre de distúrbios do sono tem a qualidade de vida muito prejudicada.

Já falamos que, depois dos quarenta anos, o metabolismo tende a ficar mais lento, certo? Imagina se somado a isso acrescentarmos noites mal dormidas… Quando a gente dorme mal, nossa capacidade de sentir aquela gostosa sensação de satisfação depois de uma refeição fica prejudicada. E o resultado é uma vontade constante de “atacar” carboidratos, principalmente doces.

Ainda não acabou. Noites insones comprometem também a produção e ação do GH (hormônio do crescimento), que está relacionado com a formação da massa magra. E ninguém precisa acrescentar mais esse desafio, não é?

E sabe qual é a cereja do bolo? A Gissele afirma que seu humor também ficou melhor e mais estável depois de iniciar a rotina CardioMix. Isso só para te dar mais um motivo para terminar de ler este texto com uma convicção inabalável: treinar é bom e faz bem. Para o meu objetivo, ou para o seu. Para a minha fase de vida ou a tua.

Te vejo no treino?

 

Como perder a barriga sem tempo! Depoimento de Gissele

5 Comentários

Você pode usar HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>