Venci a Diabetes e perdi 20 kgs – Tarciane Monteiro

Como eu gosto de ouvir as histórias de sucesso que estão por aí! Seria egoísmo demais guardar este tesouro comigo. Eu compartilho esse depoimento para te inspirar a fazer uma mudança importante na sua vida e quero contar como perdi 20 quilos e superei uma pré diabetes.

A história que te conto agora é daquelas que tocam fundo na gente. Qual é o bem mais importante da sua vida? Se você, como eu e a Tarci, respondeu saúde, vai entender muito bem de onde veio a força desta transformação tão incrível. Vem comigo saber todos os detalhes.

PRÉ DIABETES: O DIAGNÓSTICO

A Tarci é Professora e tem 24 anos. Como a maioria das brasileiras, tem a vida corrida e passa o dia todo fora de casa. Nesse corre, acabou se rendendo a refeições práticas e rápidas, mas super gordurosas e sem valor nutricional algum. Essa falta de atenção e cuidado a colocou em uma situação bem delicada.

“Descobri uma pré diabetes. Minha glicose foi a 260 e o médico queria que eu começasse o tratamento com insulina.”

Como, felizmente, era um diagnóstico bem precoce, era possível reverter. Para isso a Tarci precisaria mudar seus hábitos e adotar uma alimentação equilibrada e uma rotina de exercícios. E se você acha que esse chacoalhão do médico foi suficiente, engana-se…

Pense na tua própria história e em comportamentos que você já tentou mudar. Você conseguiu de primeira? Foi fácil? Teve alguma recaída? Mudar hábitos é um desafio para todos nós em tantos aspectos da vida, não é?

Às vezes desejamos muito transformar determinado comportamento, mas só a vontade que isso aconteça não é suficiente e, quando percebemos, já sabotamos toda a mudança. Se isso já te aconteceu e você gostaria de entender melhor como funciona esse processo de consolidação e mudança de hábitos, te recomendo um artigo que escrevi com muitas dicas valiosas. Saiba mais.  

DIABETES: O FIM DE LINHA

Para Tarci, a mudança não veio de imediato. Ela tentou controlar a situação apenas com o uso dos 3 comprimidos diários prescritos, mantendo a mesma rotina cheia de ciladas. Claro que não foi suficiente.

“Saí do manequim 38 para o 46 muito rápido, não conseguia nem correr mais. Todo mês eu comprava uma roupa maior.”

Além do ganho de peso e do desconforto com a própria imagem, não vamos deixar de lado que a saúde da Tarciane estava em risco: diabetes sem controle pode oferecer complicações. Quem é que consegue se sentir em paz sabendo que seus hábitos estão prejudicando sua qualidade e tempo de vida?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divide as complicações da diabetes em dois grandes grupos: as micro e macro vasculares. No primeiro grupo estão as complicações que causam danos aos pequenos vasos sanguíneos, atingindo os olhos, rins e nervos. Já as macrovasculares incluem as doenças do coração e o prejuízo do fluxo sanguíneo para as extremidades do corpo, principalmente pernas.

Para evitar essas complicações, é necessário que o paciente realize o controle da glicemia e faça o acompanhamento médico devido. O sedentarismo e a alimentação desequilibrada também são fatores que aumentam o risco destas complicações aparecerem.

VENCENDO O DIABETES COM EXERCÍCIOS

Quando ela percebeu que o buraco estava mais fundo a cada dia e a sua saúde ameaçada, uma fonte inesgotável de determinação veio à tona.

“Então resolvi mudar. Sem dinheiro para academia, comecei a fazer as aulas do Exercício em Casa.”

Em Novembro de 2017, Tarci começou a treinar diariamente com uma disciplina absoluta. Fazia aula de HIIT com corda quase todos os dias! Ficou curiosa(o)?  Clica aqui e dá uma olhada na aula preferida da Tarci. Além disso, não passava batido a nenhum desafio proposto. Encarava a todos com força total. Um verdadeiro exemplo de convicção!

Quero fazer uma ressalva. A estratégia que a Tarci usou – de treinar cardio como se não houvesse amanhã – pode acarretar em perda de massa magra! Isso acontece quando se pratica exercícios demais, sem planejamento ou descanso adequado. Quando perdemos peso, nosso corpo não faz distinção entre gordura e músculos e acaba queimando um pouco de tudo. Mesmo para quem precisa ou quer emagrecer, preservar os músculos é muito importante!

Quando se emagrece com saúde, a composição corporal vai mudando: diminui-se a proporção de gordura em relação à massa magra. Isso faz com que haja um aumento do metabolismo basal. Ou seja, o seu corpo aumenta o gasto de calorias para, apenas, permanecer em funcionamento (pensar, digerir, respirar etc). Por isso, lembre-se que mesmo quem quer emagrecer deve sim levar em conta o ganho de massa muscular!

Nosso programa de treino para o emagrecimento e perda de medidas CardioMix® já contempla uma agenda completa e pensada para atingir este objetivo com muita saúde! Saiba mais.

O fato é que o corpo da Tarci mudou e muito. Para ter ideia do grau desta transformação, dá uma olhada nessa história: quando as aulas voltaram, no início de 2018, os aluninhos da Tarci simplesmente não a reconheceram! Imagina a situação. Só uma mudança muito significativa mesmo poderia causar esta reação. E como ela mesma diz: se tem um ser sincero de verdade é a criança! E ela continuou pegando firme nos treinos e também passou a ter uma alimentação mais equilibrada.

Tarciane não chegou a fazer um acompanhamento com um profissional Nutricionista, mas através de pesquisa e leitura tomou algumas decisões em prol de uma alimentação mais saudável:

– sem frituras

– sem açúcar

– sem refrigerante

– só bons carboidratos

Pastel, hot dog, coxinha e lanches improvisados já não fazem mais parte da sua rotina.

“Agora ando com marmita para cima e para baixo”.

MANIA (SAUDÁVEL!) DE MARMITA

Tarci, somos duas! Tem muita gente que acha que dá muito trabalho comer saudável. Realmente a indústria de guloseimas traz uma grande variedade de tranqueiras em lindas e práticas embalagens que é só abrir e mandar para dentro. Isso não quer dizer que comer de forma saudável e equilibrada seja complicado! Se você está com essa ideia na cabeça, eu estou aqui para desfazer esse mito.

Qual a dificuldade de colocar uma banana e uma maçã na bolsa? Ou levar um punhado de castanhas na mochila? O que eu preciso concordar com você é que para se alimentar bem – e isso necessariamente vai implicar em ter uma oferta de alimentos frescos – você precisa de um pouco mais de planejamento. Improvisos quase sempre são escolhas ruins, visto que a maioria dos lanches rápidos que tem por aí são gordurosos, cheios de sal, açúcar e conservantes.

Sabe o que dá muito certo aqui em casa? No jantar eu já preparo uma quantidade a mais de comida e em seguida já deixo a marmita do seguinte pronta. Sério que isso não é nenhum pouco complicado. Levo sempre comigo porções de frutas, sementes, oleaginosas, se tiver geladeira no lugar que eu vou já levo um iogurte natural e sanduíche de atum, por exemplo.

Outro mito é que se alimentar bem é caro demais. É verdade que existem alguns alimentos que são um assalto! Mas para comer bem não precisa de salmão, pistaches e gojy berries todos os dias. Vivemos em um país com uma variedade imensa de frutas e vegetais, além de peixes maravilhosos. Aproveita o final da feira! Tenho certeza que encontrará produtos muito nutritivos e bem em conta!

O que custa caro mesmo é ficar doente! É remédio, consulta, falta no trabalho… Isso sim é custo que não vale a pena, se você pode evitar.

A MUDANÇA

Depois de 6 meses de treino e cuidados com a alimentação, a Tarci eliminou nada menos que 20 quilos.

“Em abril de 2018 me pesei e sai do peso 77 kg para 57 kg. Meu manequim do 46 foi para o 36. Valeu muito a pena. Agora só estou mantendo. Estou muito feliz muito realizada. Não tenho palavras pra descrever o quanto sou grata pelo Exercício em Casa.”

A glicose foi totalmente controlada. Chega de remédios para a Tarci. Além disso, o colesterol que estava elevado, voltou aos níveis considerados saudáveis.

“Mudou o manequim, mudou a autoestima”.

Quando se olha no espelho, a Tarciane resume em uma palavra o seu sentimento: alegria!

Não foi a primeira vez que ela teve a iniciativa de fazer atividade física. Anos atrás, matriculou-se em uma academia de ginástica convencional. Para ela, nem se compara os resultados que obteve treinando em casa com os da academia. Isso não quer dizer que academia não dá certo. Cada escolha funciona melhor ou pior em determinados contextos. Quer saber mais sobre este assunto? Indico mais um artigo em que escrevo sobre as diferenças entre treinar na academia ou em casa. Saiba mais.  

“Fiz academia em 2014, porém não tive 1% dos resultados que tive hoje com exercício em casa. Estou 20 quilos mais magra e a saúde intacta.”

E quem já treina em casa, sabe que o início acaba sendo um teste de determinação. E esse começo não foi fácil para a Tarciane.

“Comecei todo dia quando chegava do trabalho. Confesso que no início foi muito difícil mesmo. Mas eu me lembrava do objetivo que queria chegar.”

O que pode ajudar bastante nesta fase é uma rede de apoio. Imagina se você chega em casa cansada, com vontade de se atirar no sofá e o maridão já traz a sua legging e está pronto para treinar com você? Faz diferença, né? Não é todo mundo que pode contar com isso.

Para Tarci, isso não foi bem assim. Pelo contrário. Ela teve mesmo de enfrentar os comentários negativos das pessoas a sua volta. Mas como não estamos falando aqui de uma garota comum e sim de uma guerreira, ela fez desse limão uma limonada!

“Na verdade eu não tive apoio nenhum. A galera aqui de casa zoava bastante. Alguns amigos diziam que sem academia seria impossível. Isso me deu tanta raiva!”.

Infelizmente, muita gente acaba jogando contra. Eu acredito na boa fé das pessoas. Sinceramente, penso que a falta de conhecimento faz com que as pessoas sintam uma certa desconfiança. O que oferecemos no Exercício em Casa é mesmo muito inovador. Tudo que é novo gera um receio. Quantas vezes já ouvi alunas dizendo que não treinam quando os maridos estão em casa porque eles acham muito estranho vê-las “pulando” na frente do celular ou computador.

Você aí que está lendo e passa por situação semelhante, seja nossa(o) porta voz! Ao invés de esconder, mostre como funciona! Muitas pessoas podem viver melhor, e ter mais saúde e mais qualidade de vida. Só precisam perder o medo do novo.

Como que a Tarci lidou com a torcida adversária? Transformou toda a raiva em motivação. Queria para mostrar que todos estavam errados. E nem preciso dizer que deixou todo mundo de queixo caído e esfregou na cara da sociedade que quem quer, procura meios e faz acontecer.

E foi fácil? Claro que não.

ADAPTAÇÃO

“No início eu não conseguia nem dobrar o joelho nem nada. Era super dura. Com o tempo e insistência foi dando certo.”

Sempre que começamos uma atividade nova, leva um tempo para que possamos nos adaptar a esse novo estímulo. Nesta fase, é comum sentir-se um peixe fora da água. Cuidado! É muito comum que ocorram desistências nesse período. O que eu posso recomendar? Um pouco de insistência. Acredite. Apegue-se ao motivo pelo qual está disposto a fazer esta mudança dar certo.

“Pense no objetivo que quer alcançar. Faça o esforço do tamanho do objetivo que quer chegar. Fazendo isso será só sucesso.”

Falou tudo, Tarci. E eu garanto que depois fica mais fácil. Conforme os resultados começam a aparecer, passamos a confiar que é possível! Essa fase é muito boa e a vontade de continuar vai às alturas!

“Quando perdi todas as roupas, me pesei e vi que havia perdido 10 quilos. Aí foi minha maior motivação pra continuar.”

A Tarci também alerta que foi muito importante para ela a combinação das mudanças que ela fez na alimentação junto com a rotina de exercícios. Como ela diz “é um combo”. Isso não quer dizer que para haver resultados significativos seja necessária alguma mudança radical na alimentação. Pelo contrário, para resultados duradouros, escolhas conscientes e equilibradas costuma funcionar muito bem.

ENCERRAMENTO

Este processo tão desafiador permite mudanças que estão muito além da estética e até mesmo da saúde. É tão bonito de ver que este caminho possibilita descobertas muito profundas. Veja só o que a Tarci aprendeu sobre ela mesma ao longo desta trajetória:

“Descobri que eu sou muito determinada”.

Para finalizar a Tarci gostaria de dar um recado para a mulherada:

“Eu queria dizer as mulheres que não desistam dos seus objetivos por nada!!! Nada mesmo!!! Se tem apoio vai com apoio. Se não tem vai sem apoio mesmo. Façam a mudança por vocês mesmas.”

Eu assino embaixo, mas posso complementar dizendo que aqui no Exercício em Casa ninguém está sozinho. Apoio não vai te faltar! Pode contar com isso.

Agradeço muito a Tarci por nos oferecer a sua história. Espero que inspire você a dar o primeiro. A mim, certamente, inspirou a continuar dando o meu melhor a cada dia e fazer esta parte de mim chegar até você!

Venci a Diabetes e perdi 20 kgs – Tarciane Monteiro

24 Comentários

Você pode usar HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>