Perdi 30 Quilos e Melhorei da Síndrome do Pânico –  DEBORAH RIGGENBACH

“SUPEREI O ESTRESSE E SÍNDROME DO PÂNICO TREINANDO E MEDITANDO EM CASA”

Quero contar pra vocês esta incrível história de superação da nossa aluna Cardiomix®, Deborah Riggenbach, que eliminou 30 quilos fazendo as aulas do Exercício em Casa e ainda encontrou na atividade física uma ferramenta poderosa para lidar com o estresse do trabalho e a síndrome de pânico.

SÍNDROME DO PÂNICO

Você já teve de lidar com este transtorno? Ou conhece alguém perto de você que passou por isso? Não vou estranhar se pelos menos uma das suas respostas for sim. O transtorno de pânico ou síndrome do pânico ou simplesmente pânico é uma doença que afeta globalmente a vida da pessoa que passa por isso. Esse tipo de transtorno de ansiedade é caracterizado por ataques de pânico (por isso o nome), que podem ocorrer a qualquer momento: no mercado, dirigindo, na rua, em casa… A crise dura alguns minutos, que para a pessoa parecem eternos.

“Achei que eu dava conta de tudo e que a falta de ar que eu sentia e tontura eram normais. A virada aconteceu dia 7 de janeiro de 2018, quando após uma refeição comecei a passar mal com taquicardia e pressão muito alta. Fui parar em uma emergência cardiológica e o médico disse que estava com quadro de estresse e síndrome do pânico em estado crítico.”

CORRERIA E NEGLIGÊNCIA

Deborah Riggenbach, tem 38 anos, casada e com dois filhos de 2 e 6 anos, Davi e Raul. Ela é Psicóloga e Professora de graduação e pós-graduação. Além de toda estas atividades, também tem uma consultoria de treinamentos empresariais em comportamento humano no trabalho. Como tantas mulheres, administra uma rotina super corrida. Pela manhã quando as crianças estão na escola ela vai para o trabalho e a tarde fica com elas.

Deborah sempre gostou de cuidar do corpo e da saúde e por anos fez musculação. Depois de ter seus dois filhos foi negligenciando cada vez mais os cuidados com a saúde e deixou o sedentarismo entrar em cena:

“Estava pesando 92 kg, vestindo 46 e usando tamanho GG. Sempre fui muito ativa e nunca estive acima do peso, mas desde que nasceu meu segundo filho, não tive mais tempo para nada e deixei de me exercitar.”

Deixar as demandas do dia-a-dia tomarem conta: levar filho na escola, entregar aquele relatório, responder os emails, trocar fralda do bebê, fazer feira, pagar boletos, trocar fralda de novo, passar na farmácia, atender o chefe enquanto escova os dentes, preparar a mamadeira, buscar filho, preparar o jantar, ajudar na lição, dar banho, pagar mais boletos… Quem se identifica?

E dá para tirar um tempo para si mesma no meio desse vendaval? Dá. Tem que dar. Não é mesmo fácil, mas é muito necessário. Caso contrário, a sobrecarga se torna nociva.

A DESCOBERTA DOS SINTOMAS

O ano de 2017 foi muito tenso para a Deborah. Além da sobrecarga de trabalho e as constantes viagens profissionais, ela teve de lidar com o câncer que sua mãe teve. Doença na família é um fator muito desestabilizador. Quem já passou por isso sabe. Deborah me contou que sua mãe sempre lhe ajudava a cuidar de seus filhos, o que demandou toda uma adaptação da rotina com as crianças. Hoje a mãe dela já está curada (que bom!). Agora me diz: quem dá conta de tudo isso?! Ela pensava que daria. Este pensamento, geralmente, induz a pessoa a uma atitude muito perigosa, a de não buscar ajuda.

Sentindo-se pressionada, sobrecarregada e cada vez mais estressada, Deborah começou a ter de lidar com as crises.

Os sintomas mais característicos durante as crises são:

– Palpitações (o coração dispara);

– Dores no tórax e tensão muscular;

– Sensação de asfixia (dificuldade de respirar);

– Tontura, atordoamento, náusea;

– Calafrios ou ondas de calor, sudorese;

– Sensação de “estar sonhando” ou distorções de percepção da realidade;

– Terror: sensação de que algo inimaginavelmente horrível está prestes a acontecer e de que se está impotente para evitar tal acontecimento;

– Medo de morrer, de perder o autocontrole ou de enlouquecer.

Se você é daquelas pessoas que não pode ser uma lista de sintomas e vai logo de identificando com tudo: muita calma nessa hora. Nada de sair fazendo autodiagnóstico. Lidar com episódios de ansiedade e medo faz parte de uma vida normal. São emoções do nosso repertório que, quando pertinentes, até nos fazem performar melhor diante de um desafio. Agora, se o medo e a ansiedade são desproporcionais aos eventos da vida e causam muito sofrimento por um período prolongado, é um sinal que algo não vai bem. Fique atento e não hesite se precisar de ajuda para lidar com isso.

LIDANDO COM OS SINTOMAS

Você sabia que as aulas de alongamento podem te ajudar a amenizar crises de estresse? Este tipo de atividade auxilia a relaxar fisicamente, melhorando a flexibilidade e força, reduzindo dores musculares, melhorando a mobilidade, além de prevenir problemas nas costas, ajudando na melhora do alinhamento corporal e postura

A meditação também é uma prática que tranquiliza a mente e mantém seu corpo em equilíbrio. No transtorno de pânico há um desequilíbrio nos neurotransmissores noradrenalina e serotonina, o que deixa a pessoa com seu sistema de “alerta” (responsável por fazer com que o indivíduo reaja frente a uma ameaça) funcionando de uma maneira anormal. Nesse caso, esse sistema é acionado sem que haja nenhum perigo real. No entanto, não é o que a pessoa com pânico percebe e sente.

Deborah passou a sentir falta de ar e sentia tonturas, achava que esses sintomas eram normais. No dia 7 de janeiro de 2018, após uma refeição, Deborah começou a sentir taquicardia e pressão arterial subiu. Foi parar em uma emergência cardiológica e o médico identificou um quadro de estresse e síndrome do pânico em estado crítico já!

Foi nesse momento que Deborah decidiu cuidar de si mesma! Passou um mês de cama, com crises constantes de estresse e pânico e sabia que precisava mudar seus hábitos. Prometeu para si mesma que iria voltar a se exercitar e emagrecer! Ela sabia que este processo só dependia dela mesma. Será que deu certo? Vamos descobrir já já! 😉

ESTRESSE: E AGORA?

Entrar em contato consigo. Perceber-se. Quando perdemos essa conexão, deixamos passar muitos sinais de que algo não vai bem. O corpo costuma avisar. Encontrar uma forma de estabelecer esta conexão – e não tem um caminho que sirva para todas as pessoas – sempre ajuda! Se você nunca fez meditação, uma forma fácil e acessível de entrar em contato com esta prática é  seguir os passos da aula de Meditação Guiada com o professor Renan Mazzali.

Seu corpo e mente serão direcionados a um estado profundo de relaxamento e transcendência, desfrutando de diversos benefícios com apenas 10 minutos por dia. Para a Deborah, valeu muito.

“Tenho feito muito mindfulness/meditação e os meus exercícios da rotina para ajudar no tratamento. Como meu caso estava muito grave, vou tomar por um tempo um re-captador de serotonina para normalizar, aliando com alimentação saudável e exercícios.” 

Claro que não estou sugerindo que você lide com a síndrome do pânico ou qualquer outro transtorno mental apenas com esta prática. Procure ajuda profissional, siga o tratamento e acompanhamento que seu médico e/ou psicólogo prescreveu e encontre novos hábitos que possam ajudar a reencontrar o equilíbrio.

MUDANDO OS HÁBITOS

Comecei a perceber que se eu estiver bem e feliz, todos ao meu entorno estarão também!.”

Assim como muitos alunos, Deborah fez uma busca na internet e procurou a palavra chave exercício em casa e assim encontrou o EC. Começou a fazer as aulas e percebeu o quanto foi essencial e ainda é para sua saúde e bem-estar! Passou a fazer as aulas diariamente por 3 meses, e após esse período, buscando resultados ainda mais expressivos, assinou o programa CARDIOMIX® e está na fase vermelha!

Passou a cuidar da alimentação e não abre mão de fazer suas atividades físicas diárias!

Minha alimentação, antes, era baseada em frituras, massas e hambúrgueres e eu não cuidava mais de mim! Agora minha alimentação é baseada nas necessidades nutricionais do meu corpo! Cortei as massas e carboidratos ruins! Sem falar dos doces! Eu comia todos os dias muitos doces, por ser muito ansiosa e o pânico nada mais é que crise de ansiedade, entretanto agora não sinto mais necessidade de açúcar, mas sim de alimentos que me tragam energia.”

Quer se inspirar em receitas saudáveis? No blog do EC tem um acervo de receitas deliciosas e práticas.

Seguindo sua rotina de treinos, Deborah emagreceu 30 quilos no total. O resultado tem sido fantástico! Através do Exercício em Casa, encontrou uma maneira de praticar atividade física e conciliar com sua rotina corrida! Faz as aulas em casa, com seus filhos brincando por perto e até mesmo no quarto de hotel quando precisa viajar a trabalho.

Que diferença faz na vida quando se encontra um caminho possível. Não importa se você corre no parque, se pula corda, faz judô, academia ou natação. Quando você consegue não só encontrar uma atividade física que te dá prazer, mas que cabe no seu dia-a-dia e na sua realidade. Isso faz muita diferença.

Sair do sedentarismo não é fácil, assim como qualquer mudança de hábito. Por isso, sempre digo: crie facilidades e não dificuldades. Afinal, desculpa para deixar de treinar, tem sempre uma na ponta da língua, não é? Se você fizer escolhas extremamente elaboradas, complicadas, que demandam muito tempo, grandes deslocamentos e alto custo, tem grandes chances de não conseguir levar adiante.

SAIR DO SEDENTARISMO DE VEZ

Apesar de ter se adaptado muito bem à rotina de treino, antes de decidir assinar o CardioMix®, Deborah sentia dificuldade em organizar sua própria agenda de aulas. Entendo, perfeitamente, Deborah! Afinal, são centenas de aulas disponíveis no site! Qual escolher? Que critério usar?

A decisão de optar pelo programa CardioMix® foi muito acertada. Como assinante, essa preocupação já não tem mais vez. É só acessar o painel do aluno e as aulas do dia já estão ali, só esperando você dar o play. Com um planejamento de treino voltado para seu objetivo, Deborah continuou evoluindo e atingiu novas metas! E assim funcionam nossos programas: são cuidadosamente planejados quanto aos tipos de estímulos, grupos musculares, progressão, regeneração muscular… Tudo pensado para oferecer uma agenda eficiente, segura e muito prazerosa!

ORGANIZANDO OS HORÁRIOS

Manter o foco e seguir uma rotina. Esse é o mantra da Deborah. Todos os dias,  às 14 horas, lá está ela, firme e forte, realizando seus exercícios do dia. Estabelecer um horário ajuda a manter a rotina, sabia? Se você também quer ver resultados, é importante que você consiga, de três a quatro vezes na semana (pelo menos!) cumprir com a sua rotina de treino. Quer mais dicas práticas para se manter motivado e não faltar aos treinos? Saiba mais.

Deborah sabe bem como a disciplina foi importante para a sua saúde: trouxe mais disposição, autoestima, tranquilidade e equilíbrio. Agora até a sua respiração está mais controlada. Cada progresso a motivou a continuar os treinos.

“O EC representa para mim o início de uma nova Deborah! Aprendi a me amar novamente e valorizar meu corpo e minha saúde! Só tenho a agradecer e parabenizar pela brilhante ideia, responsabilidade com os exercícios e novidades a toda hora que dão mais motivação ainda com os treinos e desafios.”

Nós também agradecemos a Deborah e a todos que entendem e apoiam este trabalho pela oportunidade de fazer parte destas já incontáveis transformações. Isso nos orgulha e motiva demais!

RESULTADOS NOTÁVEIS

Deborah conta que foram várias mudanças resultantes desta nova transformação. Para começar, ela emagreceu no total 30 quilos: foi de 92 quilos para os 62 quilos e com o corpo definido! Cada vez mais linda, e motivada! Parabéns Deborah pela sua determinação!!

Mesmo com a diástase que apareceu com a gravidez, agora seu abdômen está cada vez mais sequinho. Isso sem falar em seus resultados psicológicos e cognitivos! Ela passou a se amar de novo e a superar a síndrome de pânico!

Deborah ainda está fazendo tratamento e sabe que são momentos de altos e baixos. Como a sua experiência já a ensinou, os exercícios a ajudam a melhorar sua respiração e a produzir dopamina naturalmente. E veja como o autoconhecimento é importante! Ninguém está imune de passar por um momento de instabilidade, mas saber o que te faz bem já dá a segurança necessária para retomar o prumo. Este é um repertório muito valioso para a vida!

 REDE DE APOIO 

 “Toda minha família tem me apoiado”

Ter pessoas em volta que nos entendem e apoiam faz toda a diferença para enfrentar uma adversidade que a vida nos apresente, qualquer que seja. Deborah se sente tão grata por ter ao seu redor pessoas queridas que compartilha suas dicas com todo mundo!

“Divulgo o EC para todos que conheço porque ninguém acredita que a minha perda de peso foi fazendo ginástica em casa. Até desafio meus familiares para ver se conseguem fazer alguns exercícios!”

E até o filhos entram na dança! Eles adoram ensaiar alguns movimentos e caem na risada. Quem tem pequenos em casa sabe que eles não resistem e pulam junto. Quando a Deborah faz as aulas de prancha do #desafioec Barriga Sarada vira imediatamente um túnel e eles ficam passando por baixo, de lá pra cá! Tem estímulo maior? Ela se concentra mais ainda para não despencar e sair da posição rs. Além da diversão, esta é uma atitude muito valiosa na educação das crianças. Você acha que adianta um adulto dizer aos seus filhos que eles devem comer vegetais  e frutas para estarem saudáveis e não comer uma maçã sequer? As crianças são muito ligadas ao exemplo. Estão sempre observando. Mostrar que é importante cuidar do corpo, também é uma forma de transmitir um hábito que é tão importante para a vida!

“Meus amigos e familiares dizem que estou outra pessoa não só fisicamente, mas de comportamento! Estou mais calma, mais feliz e focada.”

Que maravilha! Mais alguém aqui ficou arrepiada?

“Hoje em dia eu digo para todos: falta de tempo para não se exercitar é desculpa! O tempo nós criamos e ter tempo para nossa saúde é prioridade! O EC me proporciona isso, espero que todos consigamos dimensionar o tempo com o cuidado com nossa saúde!”

“Temos que pensar SEMPRE primeiro em nós mesmos, porque se nós estamos bem, todos os outros também estarão!”

Amar a si mesmo é essencial e a vida é curta demais para negligenciarmos a saúde física e mental. Faça cada segundo da vida valer a pena! Seu tempo é uma preciosidade. Pense em como vai investi-lo.

Te vejo no treino

 

 

Perdi 30 Quilos e Melhorei da Síndrome do Pânico – DEBORAH RIGGENBACH

1 comentário

  • Deborah
    Resposta

    Obrigada EC por existirem! Vocês são minha inspiração diária e fonte de energia! Achei um programa de atividades físicas que se encaixou perfeitamente na minha rotina e veio ao encontro do meu estilo pessoal!

Você pode usar HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>